Skip to main content

Massagear regularmente o bebê é uma forma de oferecer muito mais a ele. Mais tempo para criar vínculos. Mais estímulos sensoriais. Desenvolvimento mais saudável.

Uma das experiências mais importantes para o desenvolvimento feliz do seu bebê é seu toque de afeto. Pesquisas revelam que o toque e a massagem rotineiros, feitos pelos pais ou cuidadores carinhosos, são fundamentais para o crescimento, desenvolvimento, comunicação e aprendizagem do bebê.

Tato: nossa primeira linguagem

De muitas formas, pode-se considerar o toque nossa primeira linguagem. O toque delicado e amável pode ajudar que bebês pequenos cresçam mais fortes e se sintam menos ansiosos. Bebês que são tocados rotineiramente demonstram 50% mais contato visual e têm três vezes mais probabilidade de ter uma expressão geral positiva do que aqueles que não são.

Em muitos hospitais e maternidades, os recém-nascidos são colocados no tórax ou abdome da mãe para o maior contato pele a pele possível. O contato próximo entre você e seu bebê ajuda a acalmar a respiração dele (outro motivo para carinhos depois do banho) e ajuda a aproximá-los emocionalmente — um processo conhecido como criação de laços ou vínculos.

Laços afetivos e outros benefícios da massagem no bebê

A massagem é uma ótima forma de ajudar a reforçar seus laços afetivos. Esse é o segredo para o desenvolvimento de uma criança, pois muitos pesquisadores e clínicos entendem que vínculos positivos entre mãe e filho ajudam a formar as bases para relacionamentos futuros.

Além disso, para ajudar você e seu bebê a criarem vínculos, as massagens regulares podem:

  • Acalmar seu bebê e reduzir o choro.
  • Ajudar na digestão e no alívio de cólicas, gases e constipação.
  • Aumentar o ganho diário de peso.
  • Melhorar a adaptação do bebê ao sono da noite e ajudá-lo a dormir mais profundamente.
  • Aliviar a congestão nasal e o desconforto da dentição
  • Ajudar a desenvolver o tônus muscular, a coordenação e a flexibilidade.
  • Aumentar a consciência corporal.
  • Estimular o sistema imunológico.
  • Melhorar a textura da pele.
  • Ajudar você e seu bebê a relaxar.
  • Melhorar sua autoconfiança para lidar com o bebê.

A ciência do bebê!

Além do contato pele a pele, pesquisas demonstram que a rotina de toque e massagem em crianças leva a um maior desempenho cognitivo e maior capacidade de alerta e atenção. Ainda assim, de acordo com o relatório JOHNSON’S® Global Bath Time Report, somente 23% dos pais ao redor do mundo dizem que massagens podem ser extremamente importantes para o desenvolvimento cerebral da criança!

Seu toque contribui para os primeiros laços emocionais com o bebê. Esse contato ajuda a construir as bases do desenvolvimento emocional e intelectual no decorrer da vida. Então, da próxima fez que fizer uma massagem no bebê depois do banho, saiba que esse ato de amor significa muito para o desenvolvimento dele, podendo ter um impacto positivo e duradouro.

A história da massagem

  • A terapia de massagem é uma das formas mais antigas de tratamento, com evidências de seu uso na China, Índia e Egito há mais de 2 mil anos.
  • Hipócrates definiu a massagem como “a arte de esfregar” em 400 a.C.
  • O declínio da terapia de massagem na medicina ocidental coincidiu com a revolução farmacêutica nos anos 1940.

Laços por meio da massagem

Mostre para ele quanto se importa, usando a primeira linguagem do bebê: o toque.

Logo Baby Center

BabyCenter® compartilha quanto o amor entre vocês se desenvolve, conforme o bebê cresce.

Voltar ao topo