Skip to main content

Os ambientes externos estão cheios de coisas para ver, sons e inúmeros elementos para tocar e explorar. Passar um tempo fora de casa com seu filho auxiliará tanto no desenvolvimento dele, ao estimular os sentidos, quanto inspirar uma apreciação da natureza por toda a vida.

Os ambientes externos estão cheios de coisas para ver, sons e inúmeros elementos para tocar e explorar. Passar um tempo fora de casa com seu filho auxiliará tanto no desenvolvimento dele, ao estimular os sentidos, quanto instilar uma apreciação da natureza por toda a vida.

Você e seu bebê podem sair logo no início. Muitos pediatras recomendam manter os recém-nascidos longe de lugares cheios de gente, onde os germes estão concentrados. Mas se você tomar as precauções certas, uma caminhada lá fora é ótima para todos, especialmente para pais cansados!

E quando está muito quente, muito frio ou muito úmido para levar h3a fora?

 

Veja algumas formas de estar mais preparado para sair com o bebê no calor do verão, no tempo úmido, frio ou com vento.

Calor do verão: saia de manhã ou no início da noite para evitar as temperaturas mais altas do dia. Coloque um chapéu no bebê e roupas de algodão de cores claras. Evite o sol direto e busque a sombra. Leve uma garrafinha de água para se refrescar. E, é claro, nadar em uma piscina, lago ou rio também é refrescante!

Tempo úmido ou frio: vista seu bebê com diversas camadas finas de roupa, um chapéu quente, meias e sapatos com isolamento térmico. Para garantir que ele não fique com calor, coloque a mão na pele por baixo da roupa e tire uma camada, caso necessário. A regra geral para bebês e crianças pequenas é colocar uma camada a mais do que os adultos usariam nas mesmas condições.

Vento: se o bebê parecer desconfortável e você não conseguir protegê-lo, leve-o para dentro.

Como proteger meu bebê do sol?

O sol é nosso amigo: ele faz as plantas crescerem, nos mantém aquecidos e nos ajuda a ver o mundo em torno de nós. Mas também é verdade que a pele do bebê é especialmente sensível aos raios solares.

Veja algumas dicas para ajudar a proteger seu bebê do sol:

  • Evite o sol durante a parte mais quente do dia, entre 10h até no mínimo as 16 horas. Fique na sombra e lembre-se de que a luz refletida também pode ser danosa. Água e areia são grandes refletores, então, preste atenção à sua volta.
  • Vista os bebês com calças, camisetas de manga comprida e chapéus com proteção no pescoço, evitando queimaduras causadas pela exposição solar excessiva.
  • Mesmo em dias nublados ou enquanto estiver no carro, sempre use um protetor solar especialmente desenvolvido para bebês. [link para página de informações sobre filtro solar] Caso seu filho tenha menos de 6 meses, discuta o uso de protetores solares com o pediatra.

Mas a natureza é tão… suja!

Não tenha medo de seu filho se sujar enquanto estiver lá fora. Um número crescente de pesquisadores acredita que a boa e velha brincadeira na terra expõe as crianças a uma infinidade de bactérias, vírus e micróbios que reforçam seu sistema imunológico. Que tal um pouquinho de lama?

Como saber quais plantas são perigosas?

Fazer apitos de grama, comer frutas do pé, assoprar um dente-de-leão. A maioria das plantas e flores faz parte de uma deliciosa infância brincando na rua.

Veja algumas dicas de plantas que são problemáticas:

  • Saiba a aparência do arbusto venenoso, sumagre venenoso e hera venenosa. Essas são as três plantas mais comuns que, quando em contato com a pele humana, causa reação alérgica. O arbusto e a hera venenosa têm folhas verdes e brilhantes, que crescem três em cada caule.
  • Consulte um pediatra caso ache que seu filho esteja tendo uma reação alérgica.
  • Os bebês exploram o mundo colocando praticamente tudo na boca. Mas algumas plantas realmente são venenosas quando ingeridas.

Como manter os mosquitos longe?

Nem todos os insetos são tão amáveis quanto as joaninhas e borboletas. Mas não deixe que eles mantenham você e o bebê dentro de casa.

Pernilongos: a melhor forma de se proteger dos mosquitos é evitá-los. Os pernilongos nascem em água parada, então, remova todos os potes e tampe os lugares onde a água pode se acumular.

Além disso, apenas para seu conhecimento, verifique com o departamento de saúde local para descobrir a incidência de doenças transmitidas por mosquitos na sua região, como a dengue.

Carrapatos: os carrapatos vivem em ambientes quentes e úmidos, principalmente em áreas onde há madeira e grama, então, é melhor evitar esses locais quando estiver com o bebê. Como precaução, vista seu filho com roupas coloridas e claras para que os carrapatos possam ser vistos mais facilmente. Confira a pele e o cabelo do bebê quando entrar. Lembre-se de que os carrapatos podem trazer doenças. Remova-os de maneira adequada e consulte o pediatra.

Insetos com ferrões: abelhas, vespas e outros insetos com ferrões não atacam a menos que você os provoque, mas os bebês podem irritá-los por acidente. A picada provavelmente deve causar inchaço e dor, que serão aliviados em algumas horas. É importante remover o ferrão – use um cartão de crédito ou a unha e raspe horizontalmente. Depois, coloque um pano em água fria e pressione sobre a área para reduzir a dor e o inchaço.

Reação alérgica: em casos raros, seu bebê pode ser alérgico a ferrões de abelhas, o que é muito perigoso. Os sintomas dessa alergia incluem: irritação em várias partes do corpo, falta de ar, inchaço na língua, nas mãos ou rosto, fraqueza e inconsciência. Ligue para o serviço de emergência imediatamente.

Repelente contra insetos: repelentes com a etiqueta “para toda a família” normalmente podem ser usados quando a criança tem mais de 2 meses. Converse com seu pediatra antes de usar esse produto em seu bebê.

Os bebês podem ter alergias sazonais?

Esta é a única coisa com a qual você provavelmente não deve se preocupar — ainda. É raro que bebês novinhos tenham alergias sazonais, pelo simples motivo de que eles ainda não estão no mundo pelo tempo suficiente. Mas quando a criança tem cerca de 3 anos, as alergias sazonais podem surgir e o seu pediatra pode fornecer aconselhamento de como tratá-las.

Hora da brincadeira com seu bebê

Ajude seu bebê a aprender e crescer por meio da brincadeira.

Logo Baby Center

Parquinhos são locais perfeitos para a criança fazer amigos ao mesmo tempo que aproveita um ambiente externo. O BabyCenter® destaca alguns perigos escondidos, nos quais você deve prestar atenção.

Voltar ao topo