Skip to main content

Nesta fase, seu bebê estará muito mais ativo, se contorcendo, se sentando, engatinhando e tentando se levantar. Lembre-se: é normal que um bebê ativo se movimente bastante; então, você pode ser criativa com a massagem, trabalhando com qualquer parte do corpo. Também é a hora certa de introduzir mais diversão, como músicas, rimas e jogos na rotina. Adapte os movimentos de massagem para esse estágio de desenvolvimento mais ativo do seu filho. A massagem pode ajudar a desenvolver a autoconfiança e a capacidade de se relacionar com os outros, ao mesmo tempo que ajuda a construir sua coordenação e força para que ele se prepare para andar.

Pernas rolando

Rolar as pernas é uma atividade divertida e que aumenta a consciência corporal. Se seu bebê demonstrar que gosta do movimento, você pode introduzir uma música. Lembre-se de reduzir o ritmo da canção para que ele possa cantar também.

Com as mãos, role a perna da coxa ao tornozelo. Com pernas mais longas, adapte esse movimento, rolando do joelho ao tornozelo.


Costas

Se ele preferir ficar sentado, você pode adaptar sua massagem. Massagear nessa posição ajuda a prepará-lo para se sentar sem apoio e reforçar os músculos das costas. Também pode ser calmante e relaxante para a hora de dormir.

Alterne as mãos do pescoço até o bumbum, várias vezes. O bebê pode até querer manusear um brinquedo durante a massagem.


Movimentos suaves

Os movimentos suaves são um conjunto de exercícios simples que contribuem para o desenvolvimento da coordenação motora do bebê. Para alinhar sua coluna e mantê-lo flexível, você pode aprender mais sobre isso em uma aula sobre massagem, embora haja um exemplo abaixo.


Cruza, cruza, cruza, abre

Cruze os braços do bebê na frente do peito, três vezes, alternando qual braço vai por cima e qual vai por baixo. Depois, alongue suavemente seus braços para a lateral. O ritmo é: cruza, cruza, cruza, abre. Repita.

Finalize com um beijo e um carinho.

Por meio da massagem, você pode ficar mais alerta quanto de como seu bebê se comunica e ter ideias sobre a melhor forma de dar apoio a ele nos primeiros meses de vida. Você e seu filho descobrirão o que é melhor para ambos. É importante estar ciente de que a massagem é algo que você faz “com o bebê” e não, “no” bebê.

Esses movimentos de massagem são baseados no material INFANT MASSAGE: A Handbook for Loving Parents de Vimala McClure, fundadora da International Association of Infant Massage (IAIM).

A IAIM é uma organização sem fins lucrativos e não endossa nenhum dos produtos.

Laços por meio da massagem

Mostre para ele quanto se importa, usando a primeira linguagem do bebê: o toque.

Logo Baby Center

A massagem feita com regularidade é uma ótima maneira de aproximar pai e filho durante um momento relaxante e de intimidade para os dois.

Voltar ao topo